Família é a chave para o legado de Supernatural

By

Após 11 temporadas de Supernatural, os Winchester estão começando a entrar no terreno consagrado dos Clampetts [da Família Buscapé, série que foi ao ar nos Estados Unidos de 1962 a 1971], dos Bunkers [de All In The Family, 1971-1979], dos Waltons [The Waltons, 1971-1982] e de outras famílias famosas da TV.

“É com certeza uma instituição para mim”, diz Jensen Ackles (…). Família é a base sobre a qual Supernatural foi construída — Ackles define a relação de seu personagem Dean com o irmão mais novo Sam (Jared Padalecki) como a força vital da série —, e na première desta quinta-feira os Winchesters começarão um novo capítulo em suas vidas ao ter a chance de conhecer sua mãe Mary (Samantha Smith), que foi trazida de volta à vida no final da temporada passada. Ela foi morta pelo demônio Azazel quando Dean tinha quarto anos e Sam era um bebê, e seu assassinato no piloto da série, em 2005, foi o que levou os irmãos à vida de caçadores para encontrar o pai John (Jeffrey Dean Morgan)

Mary é uma mulher habilidosa que veio de uma família de caçadores, os Campbells, mas “era uma vida que, mesmo sendo muito boa nisso, ela não queria seguir e, certamente, não queria para seus filhos”, diz o produtor executivo Robert Singer. “Descobrir tudo o que aconteceu depois de sua morte será um choque para ela”

Para Dean, ela é “uma ideia do que ele sempre quis que sua mãe fosse, mas agora tem uma mulher ali na frente dele que é a Mãe, mas não tem uma história com ele”, comenta Ackles. “Isso vai resultar em algumas cenas interessantes e até mesmo desconfortáveis”.

Supernatural é a série mais longa da CW, anterior à criação da emissora — ela estreou na WB, um ano antes de a CW ser lançada — e sua marca registrada mistura drama, comédia e terror, que podem ser vistos no amado Impala do Dean, nos monstros, anjos, demônios, mais monstros, o Diabo, Deus e sua irmã, um musical high school bem metalinguístico e mais de um apocalipse.

Mas, para o produtor executivo Andrew Dabb, o motivo da duração da série é ela se apresentar como uma saga emocional sobre família, seja a dos Winchester, seja a dos outros personagens — inclusive o rei do inferno, Crowley (Mark Sheppard).

“Por causa dessa CAPA de rock clássico, um Impala e dois caras de camisa xadrez as pessoas às vezes não percebem, mas isso é o coração da série”, diz Dabb.

“A gente faz várias coisas na produção, uma cena de ação ou um efeito especial, o episódio vai ao ar e todo mundo no Twitter fala: “nossa, que legal”. Aí vem a parte em que Dean se vira para a câmera e derrama aquela única lágrima, e o Twitter vai à loucura. É muito óbvio ver onde está o sucesso da série.

Ackles lembra de estar com Padalecki quando filmavam o segundo episódio quando o criador da série, Eric Kripke disse a eles: “Isso tudo aqui começa e termina com vocês e a sua dinâmica na frente das câmeras.” E ainda é assim, mais de uma década depois.

“Se a série continuar do jeito que está, tem um passe livre” para continuar indefinidamente, “se os rapazes estiverem interessados”, diz o presidente da CW, Mark Pedowitz.

Será que os Winchester passam as 14 temporadas dos Cartwrights em Bonanza ou até chegam perto dos 28 anos d’Os Simpsons? Ackles ri da ideia, mas não nega. “Eu teria que pendurar as chuteiras depois disso”.

A matéria original você lê aqui.

4 Comments
  1. 28 Anos! Não sei se chega a tanto, mas estarei acompanhando com certeza. Vou até o fim com esses garotos.

  2. vinicius ricardo 1 ano ago

    Hj estava aqui deitado e pensando oq será de mim quando a série terminar, eu imagino que vou dar um depressão, vou parar olhar pro céu e lembrar de tudo que aconteceu, vou lembrar dos olhos amarelos, lillit, Alaster, Ruby, Lúcifer, Apocalipse, Sam sem Alma, Leviatans, Purgatório, Metatron, Kevin, Charly, Bobby, Jon Winchester, Mary Winchester, Crowley, Rowena, Dean Demon, Impala 67, Amara, Deus, homens de letras Britânicos, e de tudo que eles passaram até o final da série.
    Mais oq eu mais vou lembrar vai ser dos momentos alegres que eles viveram. Pra mim o final perfeito da série seria eles andando no Impala curtindo a vida, rindo um do outro, sem caça sem nada, só um momento para os 2m tipo o episódio Baby. Pra mim seria o final perfeito.
    Mais tomara que este final não chegue tão cedo, pq até então eles querem chegar no episódio 300m e pra chegar nesse número tem muita estrata pra percorrer, tem muitos pneus pra trocar do Impala ainda.

  3. Sem duvida o sucesso de Supernatural se deve aos protagonista Jared e Jensen. Quando o texto não ajuda suas incríveis expressões compensa o roteiro.

  4. Gracinha Souza 1 ano ago

    Supernatural sempre foi FAMÍLIA,isso que é o legal dela ,seus amigos viram família também porque são amigos fiéis , porém a original e real é Dean e Sam sempre foi sempre será eles,! Jensen com o sempre maravilhoso com suas doces e sabias palavras,não tem como não amar!!

Leave a Comment

You may also like

Hot News